Garland adota estratégia peninsular e avança com nova internacionalização

Segunda internacionalização permitirá maior eficiência na consolidação de cargas entre a Península e o resto a Europa, bem como mais serviços internacionais a preços e tempos de trânsito mais competitivos 

Garland Transport Solutions, cuja faturação cresceu 15% face a 2021, já tem uma empresa internacional em Marrocos

A Garland Transport Solutions (GTS), empresa transitária do Grupo Garland, que disponibiliza soluções de transporte rodoviário, marítimo e aéreo, adota estratégia peninsular e avança com segunda internacionalização em Espanha. Depois da criação, em 2014, da Garland Maroc, a empresa de transportes abre agora uma representação em Vitoria-Gasteiz, no País Basco.

A Garland Transport Solutions foi, em 2022, a empresa do Grupo Garland com maior peso na faturação global. Com um volume de negócios de 65,7 M€ (dos quais 2,3 M€ pela Garland Maroc), mais 15% que no ano anterior, a área transitária representa cerca de 45% dos 144,3 M€ faturados no ano passado pelo Grupo Garland, um dos grupos líderes nacionais nas áreas de logística, transportes e navegação.

Garland Truck

“Tendo em conta que, no mercado nacional, a Garland Transport Solutions é um dos principais players na área transitária, a expansão para Espanha afigurou-se como estratégica para nós, já que poderemos alargar a nossa operação a um mercado cinco vezes maior que o português, adotando uma estratégia ibérica”, explica Giles Dawson, administrador do Grupo Garland e CEO da Garland Transport Solutions.

Giles Dawson

Numa primeira fase, a Garland Transport Solutions avança para o país vizinho em parceria com a TDN, empresa com 45 sucursais distribuídas por toda a Espanha. “Um dos nossos principais objetivos é trabalharmos o mercado espanhol (Vitoria, Burgos, San Sebastian, Logroño, Pamplona, Santander e Bilbao) através do fornecimento de serviços transitários sustentados nos nossos tráfegos atuais, oferecendo as melhores práticas de serviço às empresas espanholas.”

Estratégia ibérica permite melhores serviços a preços mais competitivos
Segundo o Instituto Basco de Estatística, esta é a terceira região do país com maior rendimento per capita, muito próximo de Madrid e Catalunha. Com uma população de 2,1 milhões habitantes e uma taxa de desemprego a rondar os 8%, o País Basco é a região espanhola com maior capacidade exportadora, onde o fluxo se divide em 50%-50% no que respeita a exportações e importações.

Só em 2022 (até junho), o crescimento das exportações no País Basco foi de 50,5% e de 56,3% no território de Vitoria-Gasteiz, onde ficará instalada a representação da Garland Transport Solutions.

O principal cliente dos bascos, tanto no sentido da exportação, como da importação, é o mercado alemão, seguido de perto pelo francês. “Ao nível da exportação, destacam-se ainda países como Reino Unido, Bélgica, Países Baixos e Portugal. Já no sentido inverso, Itália, Países Baixos, Reino Unido e Portugal são fornecedores importantes. Também a Polónia está a subir na tabela no que respeita a volume de negócios com esta região autónoma espanhola. Vemos nesta realidade uma oportunidade para, através desta nova representação, fornecermos aos nossos agentes em todo o mundo soluções de frete e de distribuição nestes países”, aponta Giles Dawson.

As sinergias com a Garland Transport Solutions Portugal, “permitir-nos-á ainda otimizar as nossas operações e oferecer mais e melhores rotas de serviços, transit times e preços mais competitivos aos nossos clientes ibéricos”, afirma ainda o responsável.