De acordo com a 5ª edição do estudo “O Mercado Online de Arte”, realizado pela seguradora Hiscox, o mercado online de arte representa 8,4% do mercado de arte global, face aos 7,4% em 2015 .







  • Empresas como a Heritage Auction, Sotheby's e a Christie's lideram a transformação digital, com vendas online a ultrapassar os 720 milhões de dólares em 2016.
  • 27% das galerias afirmaram esperar vender online em 2017 e 49% já realizam operações online através de terceiros.
  • Instagram ultrapassa o Facebook como a plataforma favorita de venda, leilões, museus, artistas e colecionadores.


O mercado online de arte manteve um forte crescimento em 2016, alcançando 3.750 milhões de dólares, mais 15% que em 2016 (3.270 milhões de dólares), um valor muito positivo tendo em conta que, de acordo com a TEFAF - The European Fine Art Fair*, o mercado de arte cresceu em média 1,7%.
* Dados do relatório anual sobre o mercado mundial de arte, desenvolvido pela TEFAF - The European Fine Art Foundation.

Com este crescimento o mercado online de arte representou, em 2016, 8,4% do mercado global de arte, em comparação com 7,4% em 2015. Estas são apenas algumas das conclusões do 5º estudo “O Mercado Online de Arte”, realizado anualmente pela Hiscox, seguradora especializada em seguros de obras de arte, exposições, museus, galerias e coleções particulares.

De acordo com Gonçalo Baptista, diretor geral da Innovarisk, representante da Hiscox em Portugal, “o mercado online de arte continua a crescer apesar da desaceleração do mercado global de arte. Reconhecidas marcas globais como a Sotheby's e a Christie's começam a dominar o ranking da Hiscox de plataformas online de venda de arte (The Hiscox Online Art Sales Platform Ranking), posicionando-se como principais impulsionadores da transformação digital do setor. De acordo com o estudo da Hiscox tudo aponta para que, seguindo a tendência de subida registada nos últimos cinco anos, os resultados deste mercado poderão ultrapassar os 9.000 milhões de dólares em 2021. algum tempo que se observa uma consolidação do mercado online de arte, embora ainda não tinha acontecido a uma escala significativa. No entanto esta transformação vai acontecer, como indicam 71% das plataformas online de arte entrevistadas para o estudo da Hiscox.”

A transformação digital de um mercado tradicional

Já em 2016 verificou-se uma mudança significativa na estratégia de vendas online das empresas mais tradicionais. Sotheby's, Christie's e Heritage Auction registaram mais de 720 milhões de dólares em vendas online, o que representa 19% do mercado online de arte. No caso concreto da Christie's, a leiloeira mais antiga do mundo, as vendas aumentaram 84% nestes canais. A Heritage Auction, uma das empresas que mais aposta nestes novos canais, confirmou que 41% das vendas já são feitas online, totalizando 348,5 milhões de dólares, um aumento de 1,3% face a 2015.

Relativamente às galerias, em 2013 apenas 15% dos entrevistados tinha planeado trabalhar com plataformas de venda online. Em 2016, o número chegou a 26% e continua a aumentar: 27% dos entrevistados espera desenvolver em 2017 uma estratégia de e- commerce. Além disso, 49% das galerias que vendem arte através de canais digitais estão a fazê-lo através de terceiros. O estudo acrescenta que 3 em 4 galerias (74%) acreditam    que as vendas online de arte deverão crescer menos do que 10% ao longo dos próximos 12 meses. Um número que contrasta com as taxas de crescimento vivenciadas por muitas das plataformas online de arte em 2016.

Nos social media, o Instagram emergiu como o canal mais importante no mundo artístico, com 57% dos compradores de arte entrevistados a afirmar que esta é a plataforma mais usada (48% em 2016 e 34% em 2015) versus 49% que afirmaram que o Facebook era a sua plataforma de social media preferida (54% em 2016). Também para as galerias e comerciantes os social media tornaram-se uma importante ferramenta. 91% das galerias entrevistadas afirmou que usam ativamente os social media para promover a sua galeria, as suas obras de arte e/ou artistas. Também as leiloeiras usam os social media. A Sotheby’s viu os seus seguidores do Instagram crescer 102% março 2016 e 2017 e tem atualmente mais de 430.000 seguidores, enquanto que a Christie’s tem 267.000 seguidores (mais 78% que em março de 2016).





Notas
Sobre o estudo
Pelo quinto ano consecutivo a Hiscox realiza o estudo "O Mercado Online de Arte", no qual analisa as principais tendências mundiais da compra de arte através de diferentes plataformas de vendas online: o que é comprado pelos colecionadores, quanto gastam e as barreiras para a compra. Questionou também os compradores sobre quais as mudanças a serem feitas ou os serviços que devem ser oferecidos para melhorar a confiança.
Este estudo foi realizado pela ArtTactic, empresa de pesquisa e análise de mercado de arte, entre janeiro e fevereiro de 2017. Os resultados são baseados em respostas de 758 compradores internacionais de arte através das mailing lists da ArtTactic, Twitter e Facebook. A maioria das respostas veio de pessoas que já participaram no ano passado no estudo. Além disso, a amostra foi ampliada, colocando especial ênfase nos novos compradores de arte, o que permitiu ter uma melhor perceção das tendências atuais de compra, bem como o comportamento da próxima geração de compradores online para melhor compreender as preocupações e expectativas face ao mercado online de arte. Apesar do foco nas artes plásticas, foram analisados os hábitos de aquisição de outros objetos colecionáveis.
Sobre a Hiscox
A Hiscox, companhia de seguros internacional de especialistas, tem sede nas Bermudas e está cotada na London Stock Exchange. Do Grupo fazem parte três divisões principais – Hiscox London Market, Hiscox UK e Europe e Hiscox International. Em Portugal a Hiscox é representada pela Innovarisk, subscrevendo por conta desta seguros direcionados a proprietários individuais ou empresariais de obras de arte e património de valor, bem como produtos de riscos profissionais para profissionais das mais diversas áreas de atuação, da consultoria à administração de empresas. Mais informações em http://innovarisk.pt.
Sobre a ArtTactic
A ArtTactic, empresa britânica fundada em 2011, especializada em pesquisa e análise de mercado de arte, disponibiliza pesquisas sobre o mercado de arte. A ArtTactic desenvolveu metodologias e frameworks de análise, combinando ferramentas de pesquisa quantitativa e qualitativa aliado ao profundo conhecimento de como funciona o mercado de arte. O report semanal sobre o mercado de arte encontra-se disponível em www.arttactic.com.









Event Calendar

May 2017
Mon Tue Wed Thu Fri Sat Sun
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
No Image
09:00
UNDERSTANDING FINANCES LISBON - 29th and 30th of May 2017INEDEM - Rua Joaquim António Aguiar 45, 2Esq - LISBON (in front of Ritz Hotel)(1st day: [...]
Date :  Monday, 29 May 2017
30
No Image
09:00
UNDERSTANDING FINANCES LISBON - 29th and 30th of May 2017INEDEM - Rua Joaquim António Aguiar 45, 2Esq - LISBON (in front of Ritz Hotel)(1st day: [...]
Date :  Tuesday, 30 May 2017
31
No Image
18:00
Business Cocktail Evening 31st May 2017from 6:00pm onwards Almeida Monteiro & Associados - Sociedade de Advogados, R.L.Rua Francisco Sá Carneiro,Edifício Lagoa Residence, [...]
Date :  Wednesday, 31 May 2017

Featured Member

Useful Information

Copyright 2014 - British-Portuguese Chamber of Commerce, Portugal | Desenvolvido por microeuropa 2014