Recentemente, a leiloeira londrina vendeu em Hong Kong coleção particular portuguesa de obras asiáticas por mais de 12 milhões de euros .

A convicção de que poderá encontrar "mais tesouros esco ndidos" entre as coleções particulares portuguesas levou a Bonhams, uma das maiores leiloeiras do mundo, a abrir ontem os seus escritórios em Portugal, em Belém.

Em 2012, esta mesma firma vendeu em Hong Kong um lote de peças provenientes da coleção de uma família portuguesa, incluindo um raro queimador de incenso da China imperial, por um valor global superior a 12 milhões de euros. E, ao DN, Matthew Girling, diretor-geral, da casa londrina, disse acreditar que existerm ainda "tesouros escondidos" por descobrir.




"Há muita coisa aqui que há cinco, 10 anos atrás - particularmente se olharmos para o mercado chinês - valiam muito menos do que valem agora", contou. "Por isso, as pessoas estão a reavaliar as suas coleções. Se temos uma coisa que valia 10 mil euros e agora descobrimos que vale 50 a 100 mil euros, a perspetiva de manter esse bem ou de o vender pode mudar".

Leia mais na edição impressa e no e-paper do DN



Texto e imagem
Diário de Notícias











Event Calendar

January 2018
Mon Tue Wed Thu Fri Sat Sun
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
No Image
08:15
BUSINESS BREAKFAST “State Budget 2018: The end of foreign owned properties in Portugal?” by: Filipe Abreu, Tax Department - Senior Associate Wednesday, 24 January, at 8.15am HILTON [...]
Date :  Wednesday, 24 January 2018
25
26
27
28
29
30
31

Featured Member

Useful Information

Copyright 2014 - British-Portuguese Chamber of Commerce, Portugal | Desenvolvido por microeuropa 2014